Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Supostos rebeldes muçulmanos matam autoridade e atacam polícia na Tailândia

Pessoas suspeitas de serem rebeldes muçulmanos atacaram a polícia e um escritório do governo no sul da Tailândia nesta terça-feira, matando uma autoridade e fazendo reféns, informou a polícia.

Mais de uma dúzia de homens armados vestidos de preto fizeram 13 civis reféns em um escritório do governo local na província de Narathiwat, disse o investigador da polícia Wongduan Kamsri à Reuters. O chefe do escritório foi atingido na cabeça por três tiros e os reféns sobreviventes fugiram, acrescentou Wongduan.

Nenhum grupo reivindicou responsabilidade imediata pelos ataques. Mas as três províncias tailandesas, Pattani, Yala e Narathiwat, todas de maioria muçulmana, foram assoladas pela instabilidade desde 2004, quando uma rebelião separatista ressurgiu.

À medida que a polícia foi para a cena do ataque desta terça-feira, atiradores abriram fogo contra um veículo e tentaram detonar uma bomba em uma rodovia enquanto outro carro passava, disse Wongduan, acrescentando que nenhum oficial foi ferido.

“Este incidente foi bem planado e coordenado pelos rebeldes”, disse Pramote Prom-in, porta-voz do Comando de Operações Interno de Segurança, liderado pelo Exército. Mais de 6.500 pessoas foram mortas desde 2004 em episódios de violência no país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!