Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Supostos militantes matam 44 pessoas no nordeste da Nigéria

Supostos militantes islâmicos mataram 44 pessoas quando atacaram uma aldeia no nordeste da Nigéria no início desta semana, disseram fontes de segurança e emergência nesta sexta-feira.

O ataque à aldeia de Demba foi perto da cidade de Baga, no Estado de Borno, nordeste do país, que era um reduto da seita islamita Boko Haram até que uma repressão militar em meados de maio levou muitos militantes à clandestinidade ou para a fronteira com Camarões.

O ataque aconteceu na segunda-feira, mas os detalhes foram divulgados só agora porque a área é remota e as linhas telefónicas foram cortadas pelas autoridades a fim de interromper as atividades da Boko Haram.

A seita quer impor a lei islâmica no norte da Nigéria, e, ao lado de outros grupos islâmicos filiados, se tornou a maior ameaça para a estabilidade da Nigéria.

“Eles incendiaram casas, atiraram nas pessoas e até mesmo cortaram a garganta de algumas pessoas”, disse um trabalhador do serviço de emergência à Reuters, pedindo para não ser identificado para garantir sua segurança.

Uma fonte de segurança local confirmou o número de mortos. A sede do Departamento de Defesa não respondeu a um pedido de comentário.

O ataque aconteceu no mesmo dia em que o Exército disse que o líder do grupo, Abubakar Shekau, pode ter morrido entre 25 de julho e 4 de agosto de ferimentos causados ??por arma de fogo em um tiroteio com forças de segurança.

A suposta morte de Shekau pouco tem feito para acabar com a insurgência, mas as capacidades da Boko Haram parecem enfraquecidas desde que o presidente Goodluck Jonathan declarou estado de emergência em três Estados mais afetados do norte da Nigéria e lançou uma ofensiva contra a seita em maio.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!