Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sudão insinua suspeitar o Israel pela explosão que deixou um morto

Uma pessoa morreu na explosão de um carro, Terça-feira, na localidade de Port Sudan, no leste sudanês, e o governo do país insinuou suspeitar o envolvimento israelita no caso.

O governo israelita não quis comentar o incidente. Os analistas dizem que o leste do Sudão banhado pelo mar Vermelho, é usado para o contrabando de armas para os palestinos da Faixa de Gaza, via Egito.

Yigal Palmor, porta-voz da chancelaria israelita, disse à Reuters que não responderia às “acusações genéricas”.

O chanceler sudanês, Ali Ahmed Karti, não chegou a acusar directamente o Estado judeu, mas disse que a explosão da Terça-feira parece semelhante a um atentado de Abril de 2011, que Cartum atribuiu directamente a um míssil israelita.

“O estilo da explosão do carro foi similar ao do ataque de Israel ao Estado do Mar Vermelho (em 2011)”, disse ele ao canal de TV pró-governo Al Shorooq, segundo o site da emissora. A chancelaria sudanesa confirmou o teor das declarações.

Israel, que o Sudão considera ser um Estado inimigo, não quis comentar a explosão de 2011, que matou duas pessoas, e não negou nem confirmou o envolvimento num ataque semelhante, ocorrido em 2009 no leste sudanês.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!