Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Soldados sul-africanos acusados de má conduta sexual na RD Congo

Membros da força sul-africana de manutenção da paz desdobrada na República Democrática do Congo (RDC) enfrentam múltiplas acusações por má conduta sexual e de outra índole, confirmou o Ministério sul-africano da Defesa.

Segundo um relatório ao Parlamento sobre a má conduta de alguns membros das Forças Armadas Sul-Africanas (SANDF) pelo ministro da Defesa e Veteranos Militares, Nosiviwe Mapisa-Nqakula, a ONU apresentou 93 processos contra soldados sul-africanos.

As acusações vão de assassinato à embriaguez, mas a maioria está ligada à má conduta sexual. Um dos soldados foi acusado de assassinato e condenado a 24 anos de prisão.

“Neste momento, aqueles cujos processos foram finalizados e uma condenação obtida por incidências de má conduta sexual foram todos demitidos das SANDF”, indica o ministro.

Mas, o partido da oposição oficial, Aliança Democrática (DA), considera “totalmente inaceitável” que os membros das forças de defesa, que são supostos evoluir numa forma de disciplina militar, comecem a reproduzir o comportamento das forças nacionais de defesa e grupos rebeldes na RD Congo”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!