Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Soldado moçambicano abatido na África do Sul

Um militar das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) afecto ao regimento das Tropas de Guarda-Fronteira no distrito de Massingir, na província meridional moçambicana de Gaza, foi, semana finda, alvejado mortalmente por fiscais do Kruger National Park (KNP), na África do Sul, sob alegação de estar a praticar caça furtiva naquela estância turística.

Na oportunidade também foi alvejado, tendo contraído ferimentos graves, um seu colega que está a receber cuidados médicos numa unidade hospitalar da África do Sul, localizada nas proximidades do Kruger National Park, segundo fonte do governo do distrito de Massingir, na província de Gaza.

Muito recentemente, o administrador do Parque Nacional do Limpopo, Baldeu Chande, revelou, segundo o Correio da Manhã, que a caça furtiva do rinoceronte estava a ganhar proporções “alarmantes” também na estância sob sua administração, que juntamente com o KNP e o Giriyondo (do Zimbabué), integra um único destino turístico muito procurado por veraneantes de quase todo o mundo.

O nosso informante especificou que o militar morto respondia pelo nome de Bento Zeca Pequenino e o ferido chama-se Silva Ngovene.

De acordo com os nossos informantes, os suspeitos foram surpreendidos a efectuar caça furtiva no KNP empunhando espingardas de assalto modelo AK-47, presumivelmente as que lhes foram confiadas pelas chefias para a sua actividade de guarnecer as fronteiras nacionais contra eventuais intrusos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!