Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sofala regista incremento assinalável de valor de investimentos no primeiro trimestre de 2011

A província de Sofala, no centro do país, registou um incremento assinalável de valor de investimentos no primeiro trimestre deste ano, comparativamente a igual período de 2010, tendo o aumento se situado na ordem dos 485 por cento.

Dados apurados pelo nosso jornal junto do Centro de Promoção de Investimentos (CPI) – delegação de Sofala, indicam que no primeiro trimestre deste ano aquela instituição governamental aprovou cinco projectos de investimentos para esta província, no valor total de 25.2 milhões de dólares, contra apenas 4.3 milhões correspondentes a três projectos autorizados pelo mesmo organismo durante período homólogo do ano transacto.

Segundo a mesma recolha, registou-se também crescimento no concernente a oferta de postos de emprego, na ordem de 1.557 por cento, o que representa uma subida em 607 postos.

Dos cinco projectos aprovados pelo CPI no primeiro trimestre deste ano para a província de Sofala, quatro foram orientados para a cidade da Beira e o restante para o distrito de Dondo, este último referente ao sector da Indústria.

Dos quatro que foram canalizados para a cidade da Beira, referemse as áreas de Construção, Turismo e Hotelaria, Transportes e Comunicações, e Serviços.

Investimento nacional supera estrangeiro

Entretanto, do total dos projectos aprovados pelo CPI para a província de Sofala no primeiro trimestre do ano em curso, o Investimento Directo Nacional (IDN) superou o Investimento Directo Estrangeiro (IDE), nomeadamente 6 milhões de dólares contra 1.2 milhões.

O valor remanescente correspondente a 18 milhões de dólares representa empréstimos e suprimentos. Este quadro contrasta com a realidade do passado, em que sucessivamente o investimento nacional foi sempre suplantado pelo estrangeiro.

Uma fonte empresarial na cidade da Beira referiu que o cenário corrente confirma a pujança do sector empresarial nacional conquistada ao longo dos anos, fruto da vitória sobre a dominação colonial portuguesa que culminou com a consagração da independência nacional, em Junho de 1975.

Referiu-se igualmente ao ambiente favorável criado pelo governo nos últimos anos, designadamente incentivos para o investimento directo nacional, e ainda a acessibilidade cada vez maior da banca como factores que estão a contribuir para essa melhoria.

No caso em análise, verifica-se o investimento directo nacional mais orientado para as áreas de Turismo e Hotelaria, e Transportes e Comunicações.

A localização da província de Sofala associada a disponibilidade de condições naturais torna-a estratégica para o desenvolvimento de investimentos nas duas supramencionadas áreas com grande potencial económico sobre as restantes.

Seis projectos em análise

Por outro lado, O Autarca apurou junto do delegado provincial do Centro de Promoção de Investimentos em Sofala da existência de pelo menos mais seis projectos para esta província, mas ainda em fase de análise, dois dos quais transitaram do ano passado e os restantes quatro foram submetidos no decurso deste ano.

Os projectos que transitaram do ano passado para este ambos referem-se ao sector da indústria cimenteira, no valor global de 115 milhões de dólares e susceptíveis de empregar dois mil moçambicanos.

Relativamente aos quatro submetidos no primeiro trimestre deste ano, orçados em 7.3 milhões de dólares e susceptíveis de empregar 107 trabalhadores, dois referem-se a área Agro-Pecuária, um a Serviços e o restante a Turismo e Hotelaria.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!