Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sistema integrado de ATMs e POSs em finais de 2011

O sistema integrado de serviços financeiros envolvendo ATMs e POSs apenas deverá entrar em funcionamento em finais de 2011, após a conclusão do processo de disponibilização de soluções tecnológicas partilhadas por todos os 17 bancos comerciais activos em Moçambique.

As referidas soluções tecnológicas partilhadas visam permitir aos clientes dos bancos usufruir dos serviços de levantamento em numerário, consulta de saldos e de movimentos em ATMs, bem como as transferências electrónicas interbancárias nos dispositivos de qualquer banco comercial activo em Moçambique.

“Estamos agora envolvidos neste complicado processo de informatização do sistema que esperamos venha a ser concluído dentro em breve para, até finais deste ano, implementarmos este novo sistema”, respondeu assim ao Correio da manhã o porta-voz do Banco de Moçambique (BM), Waldemar de Sousa, sobre a data provável do início do referido sistema.

A introdução deste sistema será em cumprimento do Pacto Social rubricado a seis de Junho de 2011, no Maputo, que cria a Sociedade Interbancária de Moçambique (SIMO), cuja constituição ocorreu a 16 de Dezembro de 2009, entre o Banco de Moçambique e instituições de crédito e sociedades financeiras moçambicanas.

A sociedade surge no contexto da estratégia de bancarização da economia, cujo crescimento em número de estabelecimentos bancários e actividades do sistema é marcado pelo desenvolvimento de novos produtos de poupança e crédito e pela expansão dos canais de distribuição como a rede de POSs e ATMs.

Waldemar de Sousa garantiu que o sistema vai mesmo entrar em acção até finais de 2011, “essa é a nossa aposta e desejo e tudo o que está a ser realizado conduz- nos até aí”, acentuou o porta-voz do BM.

Livros de cheque & PIN

Com a constituição da referida sociedade, diversos serviços como pedido de livro de cheques, alteração de PIN, pagamento de facturas em ATMs, compensação interbancária de cartões nacionais e de transacções domésticas efectuadas com cartões internacionais emitidos por bancos que operam em Moçambique ficarão mais facilitados, segundo consta no referido memorando de entendimento rubricado em Dezembro de 2009 entre o banco central moçambicano e as 17 instituições de crédito e sociedades financeiras do país.

A SIMO irá também realizar a venda de recargas e de serviços de telefonia móvel para pré-pagos em ATMs e o carregamento directo de telemóveis.

Fazem parte da SIMO o African Banking Corporation (ABC), Banco Comercial e de Investimentos (BCI), Banco Mercantil e de Investimentos (BMI), Banco Oportunidade de Moçambique, Banco Terra, Barclays Bank, Cooperativa de Poupança e Crédito (CPC), First National Bank (FNB), International Commercial Bank (ICB), Millennium BIM, Moza Banco, ProCredit, Socremo, Standard Bank, The Mauritius Commercial Bank, Tchuma e Banco Único (ainda não activo, efectivamente).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!