Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Japoneses constroem fábrica de processamento de madeira

Uma empresa japonesa anunciou o investimento do equivalente a sete milhões de euros para a construção, ainda este ano, de uma fábrica de processamento de madeira, na capital de Moçambique, Maputo, que prevê empregar 70 moçambicanos.

A Sojitz Corporation do Japão, representada pela Sojitz Maputo Celulose, Limitada (SOMACEL), vai construir uma fábrica no Porto do Maputo que usará tecnologia do Japão para o processamento e exportação de lasca de madeira, bem como matériasprimas utilizadas para o fabrico de papel.

Um comunicado da embaixada do Japão no Maputo enviado à Redacção do Correio da manhã esta terça-feira refere que “esta será a primeira entrada da Sojitz no negócio de fabrico de lascas de madeira em África”.

“O projecto fará uso do corredor do Maputo que liga a República da África do Sul e Moçambique para assegurar lascas de madeira para uso no fabrico do papel”, assinala a nota.

Segundo o plano, a SOMACEL pretende adquirir madeira em bruto na província de Mpumalanga, na África do Sul, e das plantações de eucalipto e acácia no reino da Suazilândia, e exportar para Moçambique, depois processá-la para o fabrico de lascas de madeira.

De acordo com a Sojitz Corporation, a fábrica vai fornecer anualmente 200 mil toneladas de lascas de madeira secas a um fabricante de papel no Japão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!