Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sindicato Nacional de Jornalismo: Fraca afluência foi nota dominante

Foi no sábado passado que a cidade de Quelimane, acolheu a Conferência do Secretariado Provincial do Sindicato Nacional de Jornalistas, cujo o objectivo principal era de eleger novo secretariado, que até a data era dirigido pelo jornalista Teófilo Moronha, da Rádio Moçambique.

Logo a prior via-se que o processo estava prenhe de irregularidades e o futuro dos jornalistas estava em causa. Ora, sendo uma conferência provincial, ao que nos lembramos não veio nenhum membro dos distritos, logo, o nome de Conferência Provincial, já não se enquadrava.

Era o começo. Estavam naquela sala da OTM, jornalistas das rádios locais que nem sequer a maior parte são membros do SNJ na Zambézia. Se são, então não tem cartões, muito menos pagam as suas cotas.

Mais um grande aspecto que levou a negativa este encontro dos jornalistas, foi a ausência total dos chamados jornalistas seniores a este encontro, mostrando claramente que o SNJ não lhes representa, dai que não valia a pena perder tempo e estar num encontro em que a agenda era clara, continuar com Teófilo Moronha.

Foi apresentado um relatório que deixa cair lágrimas, o bom é que não esteve ninguém de fora para ver aquelas “bujardas” que estavam no referido relatório.

Cotas Uma das condições para eleger ou ser eleito no SNJ é a regularização das quotas, mas perece que essa regra não é posta em prática no SNJ- Zambézia.

Passou pela sala uma lista com menos de dez pessoas que se alegavam ser estas que pagaram quotas, mas o valor colectado não combinava com aquele que estava vincado no relatório. Enfim.

Aliás, os membros do secretariado nacional preferiram dar costas. Nos bastidores dizem que o SNJ sede queria que Moronha mantivesse para melhor “lhe usarem”, porque conforme estes bastidores, Moronha não nega, ou seja, está sempre disponível a agendas.

Esta forma letárgica de como o SNJ na Zambézia tem adoptado, deixa os jornalistas com nervos a flor da pele, dai que preferiram mandar passear a conferência do SNJ.

Mas mesmo assim, Moronha foi eleito para mais um mandato e caso mais curioso é que o mesmo elenco continuou e sabe-se que muitos dos membros do elenco de Moronha ficaram o mandato todo sem nem sequer pagarem quotas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!