Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Seria A: AC Milan atropela Inter

O AC Milan chegou ao clássico contra a Internazionale com uma sequência má e podendo até perder a liderança do Campeonato Italiano para o arquirrival em caso de derrota. Mas saiu revigorado na luta pelo título graças a uma goleada por 3 a 0 este sábado, com direito a dois golos de Alexandre Pato e boa atuação de Robinho.

Além de encerrar as dúvidas após as quedas diante do Bari e do Palermo e da eliminação na Liga dos Campeões, o AC Milan voltou a abrir vantagem na liderança da tabela, chegando a 65 pontos contra 60 da Inter a sete jornadas do fim. Motivos de sobra para que a fanática claque passe a acreditar no 18º scudetto da história e no fim da hegemonia interista após cinco anos.

Para a equipe nerazurra, que havia recuperado-se de uma desvantagem de 13 pontos para o Milan desde a chegada de Leonardo ao comando, a rodada pode ser ainda pior se o Napoli vencer no domingo a Lazio em casa, resultado que a empurraria para a terceira colocação.

O dérbi de Milão ainda contou com outros ingredientes para ficar mais tenso. Antes do jogo, a claque do AC Milan não perdoou e provocou o brasileiro Leonardo, ex-jogador, técnico e diretor do clube, que agora está no banco do rival.

Com a bola rolando, os rubro-negros entraram a mil por hora mesmo sem contar com Zlatan Ibrahimovic, suspenso, e a festa começou logo com 45 segundos. No primeiro ataque, Pato iniciou a tabela, Robinho dividiu com Júlio César e a bola sobrou para o camisa 7, que abriu o placar. O golpe foi duro para a equipa do apagado Samuel Eto’o, que, assim como toda a equipe, foi uma sombra dos jogos anteriores.

O AC Milan quase ampliou com chute de Marc van Bommel, que desviou e explodiu no travessão de Júlio César. Eto’o ainda desperdiçou chance incrível que não costuma perder, na cara de Abiatti. No segundo tempo, o AC Milan continuou dominando e ganhou ainda mais força com a expulsão direta de Chivu, que parou Pato no caminho para a baliza. Com um a mais, os rossoneri tiveram facilidade e chegaram ao segundo. Aos 16, Abate recebeu na lateral direita, chutou para a área, mas Pato apareceu para completar de cabeça e fazer a festa dos adeptos.

E a equipe dirigida por Massimo Allegri abusou de perder golos em seguida – também por culpa de Julio Cesar, com pelo menos quatro defesas decisivas, uma delas em lance de Robinho, que saiu na cara do gol. Já aos 42, Antonio Cassano sofreu pênalti, cobrou e marcou o terceiro.

O atacante ficou apenas dez minutos em campo, sofreu pênalti, marcou e foi expulso. Se para a torcida do Milan a noite de sábado tinha tudo para ser longa, para a do Inter a cabeça já estava na Liga dos Campeões: durante a semana, a equipe encara o Schalke 04 pelas quartas de final.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!