Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sector privado gera 152,8 mil novos empregos

Empresas moçambicanas do sector privado foram responsáveis pela criação de cerca de 152,8 mil empregos dos perto de 267,5 novos postos de trabalho gerados no país ao longo de 2010, segundo a Confederação das Associações Económicas (CTA).

As áreas de agricultura, produção animal, caça e silvicultura foram os maiores empregadores, tendo acolhido um contingente correspondente a cerca de 27,9 mil trabalhadores moçambicanos no período em referência, de acordo com a CTA.

A indústria extractiva ocupou a segunda posição em termos de criação de novos assalariados, contribuindo com cerca de 8,8 mil, seguida do sector do comércio a grosso e retalho que empregou perto de cinco mil assalariados, segundo ainda aquela instituição empregadora.

No conjunto de sectores de actividade que menos contribuíram para a criação de emprego, em 2010, consta a indústria transformadora com 2,4 mil, alojamento e restauração que criou perto de 3,2 mil novos empregos.

As áreas de transportes, armazenamento e comunicações (2,6 mil) e famílias com empregados domésticos (1,6 mil) foram as que pior desempenho tiveram em termos de criação de novos postos laborais em Moçambique.

Aqueles dados foram apresentados durante os trabalhos de treinamento de representantes da Confederação das Associações Económicas que até finais de Março presente deverão estar envolvidos nas negociações do salário mínimo de 2011 com sindicatos e Governo.

Os trabalhos terminaram esta quarta-feira e envolveram centros empresariais centrais e provinciais daquela agremiação.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!