Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Secretário-Geral da UNITA em greve de fome desde segunda-feira

O secretário-geral da UNITA, o general Abílio Kamalata Numa, está em greve de fome no comando provincial da Polícia do Huambo, em protesto contra a detenção de um militante do maior partido da oposição angolana.

O protesto do dirigente da UNITA começou na segunda-feira, depois de a Polícia Nacional (PN) ter detido, no município do Bailundo, o militante do partido do “Galo Negro” António Kaputo.

De acordo com o porta-voz da UNITA, Alcides Sakala, este protesto representa a abertura de uma nova fase na estratégia do partido para levar o executivo do MPLA a pôr cobro à “intolerância e arbitrariedade” com que as estruturas do poder lidam com a oposição.

“Até aqui temos procurado, através do diálogo, levar o Executivo a acabar com as prisões arbitrárias e a intolerância continuamente aplicadas pelas estruturas ligadas ao poder em todo o país aos elementos da oposição, nomeadamente da UNITA”, disse.

Alcides Sakala apontou ainda para a ideia de dar continuidade a este tipo de protesto por ser “insuportável” a forma como as autoridades “perseguem e prendem” quem não é do partido no poder, “até que o Executivo mude de atitude”.

“Procurámos durante muito tempo chamar a atenção do Executivo sem resultado e agora só nos resta protestar de forma absolutamente pacífica porque constatamos que a intolerância faz parte da estratégia do partido no poder”, acusou Sakala.

Com Kamalata Numa no local da greve de fome estão dezenas de elementos da UNITA e a sua direcção provincial do Huambo, incluindo o seu secretário-geral regional, Liberty Chiyaka.

A greve de fome, disse Kamalata Numa, citado por Sakala, “só vai terminar com a libertação de António Kaputo” que diz ter sido “injustamente detido e apenas por ser militante da UNITA” e lembrou que o protesto pacífico “é um direito constitucional”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!