Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Saúde recebe 7,5 milhões de Euros da Itália

A Itália vai disponibilizar 7,5 milhões de euros para formar recursos humanos do sector da saúde em Moçambique.

Este apoio destina-se principalmente às províncias de Sofala (Centro), e Maputo província e Cidade (Sul do país), segundo um acordo assinado sexta-feira ultima, na cidade de Maputo, a capital do pais, pelo ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, e pelo embaixador da Itália em Maputo, Carlo Lo Cascio.

O apoio italiano faz parte de um pacote de quatro acordos na área da Saúde, três dos quais já foram assinados em Itália aquando da visita de Oldemiro Baloi ao país, em Maio último, num total de 38 milhões de euros. A Itália é também um dos países que apoia directamente o Orçamento do Estado moçambicano, a par com mais 18 países e instituições. “A Itália reafirma que continua a estar ao lado de Moçambique nos esforços de luta contra a pobreza”, disse o Embaixador italiano. Por seu turno, Oldemiro Baloi considerou a Itália como sendo um dos “melhores e maiores parceiros” de Moçambique.

Baloi e Lo Cascio qualificaram 2009 como um “ano fantástico de cooperação”, em que, segundo Lo Cascio, aumentou o dinamismo de empresas italianas em Moçambique, bem como o volume de exportações de Itália. Nos primeiros oito meses do ano, segundo o embaixador, as exportações para Moçambique aumentaram cerca de 106 por cento, correspondendo a 23 milhões de euros, sobretudo em maquinaria agrícola. Ainda assim, a balança comercial é negativa para Itália, que importa de Moçambique sobretudo o alumínio

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!