Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sarampo mata 12 pessoas numa semana em Tete

Um surto de sarampo que eclodiu, em finais de Agosto último, matou, semana passada, pelo menos doze pessoas na localidade de Samoa, distrito de Moatize, na província de Tete, Centro-noroeste de Moçambique.

Azélia Novela, Directora distrital da Saúde, ao revelar o facto, disse que o surto eclodiu em finais de Agosto passado e as autoridades sanitárias iniciaram de imediato uma campanha de vacinação de bloqueio na localidade de Samoa, junto a fronteira com o Malawi. A campanha, segundo Novela, citada pela edição de hoje do “Noticias”, incidiu sobre os povoados de Gunda, Mucthe, Tapadothi, zonas onde foram diagnosticados os primeiros casos da doença. Neste momento estão a surgir casos espontâneos de sarampo em alguns bairros do município de Moatize e medidas para o seu bloqueio estão em curso, havendo brigadas móveis de vacinação que estão a efectuar um trabalho intradomiciliária de vacinação e sensibilização da população contra o perigo da doença. “Aqui no centro da vila de Moatize nestes dias tivemos duas crianças, provenientes dos bairros Liberdade e 25 de Setembro, com sinais de sarampo. Um dos motivos do surto pode estar aliado às constantes deslocações da população ao Malawi, porque este país não tem este hábito de vacinar a sua população contra o sarampo”, disse Azélia Novela. As brigadas estão a vacinar crianças dos seis meses aos 15 anos de idade e a aderência neste momento é maior por parte das comunidades e tudo indica que se vai alcançar um grande número de crianças com aquelas idades. O distrito de Moatize possui neste momento um “stock”suficiente de vacinas para atender os casos de surgimento de focos para intervenções de bloqueio imediato para evitar o alastramento do surto para outras regiões do distrito. No ano passado, o distrito de Moatize registou casos de sarampo nos povoados do Posto Administrativo de Zóbuè, que se localizam ao longo da zona fronteiriça com o Malawi onde foram registados 10 óbitos.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!