Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Samito morre no Comando da Cidade

Assassino confesso de agentes da lei e ordem, com particular destaque para o antigo Director da Ordem da Cidade de Maputo, Feliciano Juvane, morreu, na madrugada de Domindo, o jovem cadastrado, Samuel Januário Nhare, ou simplesmente Samito, nome pelo qual registou a sua trajectória nos meandros do crime.

Não se sabe, exactamente, em que circunstancias Samito morreu, mas fonte policial disse-nos que Samito morreu de doença na sua cela. Não soube dizer claramente de que doença o finado padecia.

Segundo a polícia, Samito já vinha doente nos últimos tempos e a deterioração do estado de saúde daquele era já do conhecimento dos dirigentes da PRM da Cidade de Maputo.

Estranho é o facto de mesmo tendo esse conhecimento, os dirigentes da PRM não terem tratado de providenciar assistência médica devida ao recluso.

Tendo-se evadido a 7 de Dezembro de 2008, na companhia de Aníbal dos Santos Júnior (Anibalzinho) e Todinho (também já falecido), Samito viria a ser recapturado em Caia em Janeiro de 2009.

Foi novamente encarcerado nas celas do Comando da Cidade de Maputo enquanto decorria o processo judicial acusando-o de prática de vários crimes, principalmente de assassinatos com recurso a armas de fogo.

A sentença ditou a sua condenação a pena de prisão maior. Samito ganhou grande fama criminal quando se soube que andava ligado ao grupo do já (também) falecido Agostinho Chaúque que, durante muito tempo, foi o criminoso mais procurado pela polícia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!