Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

SADC vai aumentar exportação de minérios através do Porto de Maputo

O Porto de Maputo deverá manusear cerca de 17 milhões de toneladas de carga diversa ao longo de 2013, volume a ser dinamizado pela maior utilização da infraestrutura para exportação de minérios provenientes dos restantes países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Em 2012, o volume de manuseamento de carga através daquele empreendimento foi de 15 milhões de toneladas e o crescimento esperado para 2013 vai resultar do aumento de exportação de níquel, carvão mineral, magnetite e ferro pela África do Sul, Suazilândia e Botsuana, principalmente, disse, segundo o Correio da manhã, Soraia Abdula, gestora de Comunicação e Imagem do Porto de Maputo.

Entretanto, aquela fonte lamentou o facto de grande parte dos utilizadores do empreendimento ser dos países vizinhos, na medida em que a “maioria dos operadores nacionais prefere realizar as transacções comerciais regionais através de transportes rodoviários”, salientou.

Mais investimentos

Para atrair mais operadores nacionais e estrangeiros perto de 1,7 bilião de dólares norte-americanos deverá ser aplicado nos próximos cinco anos com vista a adquirir mais equipamento moderno, reabilitação, ampliação e modernização daquele porto estratégico nas transacções comerciais da SADC, acrescentou, por seu turno, Gerhard Botha, director de Operações do Porto de Maputo, realçando que o seu apetrechamento decorre desde 2003, altura em que a infra-estrutura foi concessionada à Maputo Port Development Company (MPDC).

Em 2012, foi também concluída com “muito êxito” a dragagem do canal de acesso ao porto, operação que permite que o empreendimento passe a receber navios até 700 mil toneladas de carga, acrescentou Botha, destacando que o Porto de Maputo é já um dos principais “dinamizadores do desenvolvimento da SADC”.

Aquelas informações foram avançadas esta quartafeira, em Maputo, durante as cerimónias preparatórias do 10º aniversário da concessão do porto à MPDC, a celebrar próxima semana, e do 110º da criação do empreendimento, marcado para Agosto deste ano de 2013.

Refira-se que a MPDC é uma companhia mista que resulta da parceria entre a empresa pública Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), Grindrod e DP World.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!