Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

RSA protesta na CAF contra mau tratamento de sua equipa na RDC onde jogou com próximo adversário da Liga

A Federação Sul-Africana de Futebol (SAFA) vai protestar junto da Confederação Africana de Futebol (CAF) contra o tratamento infligido à sua equipa, Orlando Pirates, domingo último em Lubumbachi, no extremo sudeste da República Democrática do Congo, em jogo da segunda mão dos oivatos-de-final da Liga dos Campeões contra o TP Mazembe, o próximo adversário da Liga Muçulmana.

A equipa sul-africana perdeu a partida por 1-0, mas se qualificou para a fase de grupos graças à sua vitória no jogo da primeira mão (3-1), disputado há duas semanas em Joanesburgo, de acordo com a mesma fonte.

“Foi uma experiência terrificante. As nossas vidas estavam em perigo”, declarou o chefe da delegação da SAFA, Elvis Shishana, igualmente membro do Comité Executivo Nacional da SAFA (NEC).

Segundo ele, uma equipa da Radio Ttelevisão Sul-Africana (SABC) que se deslocoupara difundir o jogo em direito foi impedida de trabalhar pelos organizadores alegadamente por não ter sido autorizada a filmar a partida.

“A arbitragem foi desastrosa e perdemos. Mas qualificámos-nos, no entanto, para a próxima fase e vamos queixar-nos junto da CAF”, indicou Shishana, cujo telefone celular teria sido roubado por um adepto congolês.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!