Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Violência abate eleições históricas no Paquistão e a Comissão admite fraude

Uma série de ataques de militantes e tiroteios mataram pelo menos 17 pessoas e lançaram uma ampla sombra sobre as eleições gerais do Paquistão, este Sábado (11).

Apesar disso, milhões de paquistaneses compareceram na votação considerada um teste para a democracia do país. Cerca de 86 milhões de pessoas têm direito a voto no pleito que fará a primeira transição entre os governos civis num país governado pelos militares por mais da metade da sua história turbulenta.

A Comissão eleitoral do Paquistão, no entanto, informou que não conseguiu realizar eleições livres e justas no centro comercial do país e maior cidade, Karachi.

“Fomos incapazes de realizar eleições livres e justas em Karachi”, disse num comunicado. Não está claro se a conclusão da Comissão significa que as eleições nacionais terão que ser realizadas novamente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!