Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rio Save: Defuntos “negam” abandonar as suas campas para dar lugar a projecto de irrigação

O traçado inicial do projecto de desvio das águas do rio Save para a irrigação de dois mil hectares nos distritos de Govuro e Inharrime, em Inhambane, poderá ser alterado, alegadamente por questões tradicionais. Essa alteração visa satisfazer a vontade de um dos defuntos que “teima” em abandonar o local, a escassos metros do rio onde jazem os seus restos mortais.

Depois de várias consultas aos ancestrais e negociações que envolveram familiares e anciãos da zona, chegou-se à conclusão de que a remoção do referido cemitério levaria ao insucesso daquele mega-projecto que se espera venha revolucionar a produção agrícola na província. São uma centena de famílias que serão movimentadas ao longo do perímetro irrigável, cuja transferência inclui a remoção das campas dos seus entes.

O coordenador do projecto, António André, disse que a demora na solução deste problema poderá comprometer o calendário pré-estabelecido com os financiadores para a execução das obras, que devem ser concluidas até finais de 2012.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!