Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rio Cuácua galgou o leito e já não há trânsito em Chinde

Chove um pouco pela província da Zambézia toda. E sempre que chove há lamúrias. Na edição desta terçafeira, avançamos que a situação da província da Zambézia não era das melhores, porque diariamente as águas iam subindo paulatinamente ate aos níveis não recomendados.

E ai está. Esta quinta-feira, ficamos a saber que o rio Cuácua, no distrito de Mopeia, galgou já o seu leito e já não se pode transitar para o distrito do Chinde. Aquele distrito já com os seus problemas de transitabilidade previamente conhecidos volta a ser um bico-de-obra.

Uma fonte posicionada em Mopeia e que falou ao nosso jornal avançou que a situação diariamente está a tornar-se preocupante, olhando pela forma como as águas do rio Cuácua tem vindo a subir.

Há machambas inundadas naquele ponto da província, embora não se saiba quantas áreas por hectares foram devastadas pelas águas, mas a verdade é que há camponeses que mais uma vez vão ter que aguardar a ajuda do governo.

Entretanto

Um documento recebido do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) na Zambézia avança que os níveis de água continuam sendo assustadores.

Dai que conforme o mesmo documento do INGC nesta parcela do país, equipas do Centro Operativo de Emergência (COE) ao nível da província, estão já no terreno para fazerem o mapeamento de infra-estruturas de salvamento e socorro existentes, mas também, os membros do COE provincial estão a monitorar toda situação no terreno para que não hajam vítimas humanas.

Fora do âmbito do documento, sabemos que já foram posicionados em Mopeia, duas embarcações para o salvamento de pessoas eu assim o necessitarem. Recorde-se que são mais de 28 mil pessoas que estão em risco.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!