Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Restrições no fornecimento de água e energia condicionam produção de bebidas

As fábricas Coca Cola e Cervejas de Moçambique (CDM), sediadas no maior parque industrial de Moçambique, estão a enfrentar restrições no fornecimento de água e energia eléctrica, o que está a afectar negativamente a sua produtividade.

O sector privado já advertiu que a fraca qualidade de energia eléctrica e os custos de água estão a afectar a produção e produtividade das empresas nacionais, contribuindo para um acumulo de prejuízos. À porta da quadra festiva surgem receios de que os refrigerantes e a cerveja produzidos não consigam satisfazer a procura, uma vez que são os mais consumidos nesta época do ano.

A empresa Coca Cola, que produz refrigerantes das marcas coca cola, fanta e sprit, está a sofrer restrições de energia, uma situação que é agravada pelo facto do gerador da companhia estar avariado. Há indicações de que a empresa está a adquirir um novo gerador, que deverá chegar ao país até 26 deste mês. Enquanto isso, a CDM debate-se com problemas no fornecimento de água, uma matéria-prima essencial para a produção da cerveja.

De referir que a CDM produz as marcas 2M, Laurentina (clara e preta), Raiz, Manica, Carling Black Label, Castle Milk Stout, Peroni Nastro Azzurro, Castle Lager, Barons e Redd’s. Segundo o Director Nacional do Comercio, Calado Silva, o Governo já manteve contactos com as empresas fornecedoras de água e de energia, Águas de Moçambique e FIPAG, bem como Electricidade de Moçambique, respectivamente, no sentido de solucionarem o problema.

“Já tivemos contactos com as empresas fornecedoras e encontramos alternativas para atenuar a situação e garantir que as duas fabricas continuem a produzir para que haja produto suficiente para a quadra festiva”, referiu. Apesar dos receios de escassez destes produtos, que sempre se verifica quando se aproximam as festas do Natal e Fim do Ano, Silva garante que não há motivos para alarme. De referir que em relação a refrigerantes existem alternativas aos produtos da Coca Cola.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!