Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Respostas à violência da Renamo virá quando o Governo quiser, afirma Chefe do Estado Maior General

O Chefe do Estado Maior General de Moçambique, Paulino Macaringue, afirmou que as respostas às acções de violência da Renamo poderão vir quando o Governo entender que é momento certo para dar resposta e que, neste momento, está-se a analisar com ponderação e sensatez a situação.

Macaringue, que entende que a situação já tomou proporções alarmantes, declarou que ninguém deve tirar vida de outras pessoas e ficar impune. “Tirar vida das pessoas e ficar-se impune é uma preocupação de quem tem o dever de proteger as pessoas”, disse Macaringue, recusando-se a avançar o tipo de “resposta” que poderá ser dada aos homens da Renamo.

Ele explicou ainda que a vertente criminal desta situação está a ser cuidada pelas autoridades competentes. “As acções criminosas, nós repudiamos e pensamos que as autoridades responsáveis por tratar de acções criminais estão a tratar disso”.

Enquanto isso, o Comandante Geral da Polícia, Jorge Khálau, afirma que a Polícia vai continuar a desempenhar o seu papel de manter a ordem e tranquilidade públicas para que cada um continue a fazer sua vida normalmente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!