Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Reservas Internacionais Líquidas em queda

As Reservas Internacionais Líquidas moçambicanas estão em redução no presente ano de 2010 devido a perdas cambiais que se registam na divisa moçambicana face às principais moedas de maior circulação no país.

O Banco de Moçambique (BM), nos seus prognósticos sobre os efeitos da crise financeira mundial, refere que a situação é também reflexo da corrosão de títulos de algumas aplicações no resto do mundo e ao aumento da divisa no mercado cambial, “degenerando numa maior pressão cambial e na re dução do financiamento externo ao sector privado”.

Em 2009 foram instituições financeiras internacionais como Fundo Monetário Internacional (FMI) que socorreram Moçambique de uma situação crítica da redução das mesmas reservas líquidas, injectando cerca de 170 milhões de dólares norte-americanos para garantir importações de bens sem depender de exportações. Já em 2008, os rendimentos de activos externos foram num valor de 76,5 milhões de dólares, “valor inferior ao apurado no ano anterior devido à queda de taxas de juro em linha com os cortes expressivos nas taxas de juro de referência por parte de alguns bancos centrais”, segundo explicação do Banco de Moçambique.

De referir, entretanto, que na primeira quinzena do mês que hoje termina, a divisa moçambicana, o Metical, registou uma depreciação acumulada de 21,9% e anual de 26,1%, face ao Dólar norte- americano. Relativamente ao Euro e Rand, o Metical acumulou, no período em referência, perdas anuais de 16,6% e 44,7%, respectivamente, segundo ainda o banco central moçambicano, ressalvando, contudo, que na primeira quinzena do mês de Maio a divisa moçambicana registou ganho nominal de 1,8%, face ao Dólar norte-americano, no Mercado Cambial Interbancário (MCI).

Sobre outras duas moedas de maior circulação no país os ganhos do Metical relativamente à última quinzena do mês de Abril foram de 7,8% e 4,1%, respectivamente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!