Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Representantes de 70 países na investidura de Armando Guebuza

O Comité Inter-ministerial para Grandes Eventos Nacionais e Internacionais (CIGEN), que prepara a cerimónia de investidura do Presidente moçambicano, Armando Guebuza, na manhã do dia 14 do corrente, espera receber representantes de 70 países de vários quadrantes, entre Chefes de Estado, altos representantes e diversas p e r s o n a l i d a d e s proeminentes.

Domingos Muconto, presidente do comité técnico do CIGEN, disse hoje, em conferência de imprensa, que dos 70 países convidados à cerimónia de tomada de posse, destaque vai para os Estados membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), da Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP) e vários outros amigos de Moçambique.

Muconto, que não revelou o custo real da cerimónia nem o número de países que já confirmaram a sua presença na investidura do estadista moçambicano, vencedor das eleições gerais de 28 de Outubro de 2009, disse entretanto se tratar de um evento de dimensão nacional e momento de festa no país. “É um evento de dimensão nacional, daí que exortamos a todos os moçambicanos, no país inteiro, a se juntarem a festa, através de qualquer receptor (rádio ou televisão) que lhes permita acompanhar este momento impar na história Moçambique”, disse o presidente do comité.

Segundo Muconto, a cerimónia consistirá em dois grandes momentos que são a própria investidura do presidente, seguido de uma recepção a ser servida no Palácio da Ponta Vermelha para todos os altos convidados que estarão presentes. A cerimónia de investidura do Chefe de Estado, segundo a fonte, vai juntar 1500 personalidades entre chefes de estado, representantes de organizações internacionais e outras individualidades que o país julgou pertinente endereçar o convite.

A cerimónia, de carácter público, está aberta a participação de populares que estarão interessados em testemunhar a investidura de Armando Guebuza esperando o CIGEN que entre cinco a 10 mil pessoas estejam na cerimónia. A organização do evento afirma, por outro lado, estar a mobilizar todos os meios do governo entre carros e outros meios necessários para transportar e responder as necessidades dos milhares de convidados, embora afirme que não pode confirmar o número exacto porque o trabalho está a ser feito pelas embaixadas de Moçambique nos países convidados. “Estamos a recolher todas as viaturas protocolares e outros meios para garantir o brio desta cerimónia”, disse Muconto.

A fonte disse igualmente que pelo facto da cerimónia acontecer numa altura em que o país atravessa a época chuvosa, a organização mobilizou várias formas de apoio de parceiros para evitar quaisquer embaraços.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!