Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Repatriados restos mortais de 22 angolanos abandonados na Namíbia

Vinte e dois cadáveres de cidadãos angolanos que se encontravam abandonados em diversas morgues dos hospitais do norte da Namíbia chegaram, Terça-feira (23), à cidade de Ondjiva, capital da província meridional angolana do Cunene, para os devidos funerais.

Trata-se de 12 crianças e 10 adultos que faleceram no período de 2010 a Fevereiro do corrente ano, no território namibiano, e depois abandonados pelos seus familiares por dificuldades financeiras e outras relacionadas com a falta de identificação.

Citando o assessor do secretário da Presidência da República para as Relações Exteriores, Agostinho Van-Dúnem, a Angop explica que a transladação dos corpos resultou de negociações de seis meses entre uma comissão ministerial angolana e as autoridades namibianas que permitiram agora tornar possível a realização de funerais condignos daqueles compatriotas.

A comissão ministerial foi criada pelo chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, tão logo este tomou conhecimento do facto e da necessidade da trasladação dos corpos para organizar os devidos funerais, precisou.

O programa das exéquias reserva uma missa de corpo presente em Ondjiva, seguido do funeral nos cemitérios municipais do Kwanhama, Namacunde e Ombadja.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!