Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Removidos obstáculos para implantação do corredor do FUTI

Os obstáculos para o estabelecimento do “Corredor do Futi” estão literalmente ultrapassados na sequência de um acordo alcançado entre os ministérios moçambicano do Turismo (MITUR), da Agricultura (MINAG), o Governo da província de Maputo e entidades privadas que detinham concessões dentro da área.

 

 

Para o efeito, os proprietários dos DUAT’s (Direito de Uso e Aproveitamento de Terra) vão abdicar das actuais concessões em troca de alternativas a serem garantidas pelo Estado em outras áreas fora do referido corredor.

O último Boletim Mensal das Áreas de Conservação Transfronteiriças, do Ministério do Turismo, refere que com este acordo será possível iniciar, ainda no curso do corrente ano, a delimitação da área do corredor e sua posterior vedação, permitindo assim a sua proclamação como parte integrante da Reserva Especial de Maputo.

O Projecto de Desenvolvimento do Corredor do Futi cobre uma extensão de 300 quilómetros quadrados e faz parte da Área de Conservação Transfronteiriça dos Libombos. O Corredor de Futi detém um mosaico único e variado de ecossistemas, incluindo savanas, pântanos, lagos de água doce, planícies alagadiças, rios, estuários e elementos costeiros e marinhos.

O rio Futi, que dá o nome ao corredor, assume as características de pântano vermelho ocupado por gramíneas, caracterizado por espécies tais como “Phragmites communis” e “Tupha capensis” com extensões de “papyrus (Cyperus payrus)”.

No Corredor do Futi podem, igualmente, encontrar-se florestas de dunas costeiras, terrenos cobertos de arbustos, florestas pantanosas, terrenos mistos, florestas e Savanas, características que concedem um enorme potencial para o desenvolvimento de actividades de conservação e turismo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!