Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Remessas de moçambicanos no exterior aumentam em USD6 milhões

Trabalhadores moçambicanos espalhados por vários países deverão enviar as suas poupanças ao país correspondentes a 117 milhões de dólares norte-americanos, até finais de 2010, apontam estimativas do Banco Mundial (BIRD).

 

 

Em 2009, as remessas dos moçambicanos totalizaram cerca de 111 milhões de dólares norte-americanos e elas “são uma tábua de salvação para as famílias e comunidades inteiras”, considerou Dilip Ratha, da Unidade de Migração do BIRD, realçando que “estas transferências têm um impacto significativo na redução da pobreza, no financiamento para habitação e educação e nos investimentos empresariais”.

Segundo ainda as mesmas estimativas, os fluxos de remessas para a África Subsariana atingirão cerca de 21,5 milhões de dólares, em 2010, contra um decréscimo não estimado registado em 2009, devido à crise financeira global.

Ratha garantiu haver outras indicações que garantam que a recuperação “continuará nos próximos dois anos, com os fluxos de remessas para o continente, possivelmente, atingindo cerca de 24 mil milhões de dólares em 2012”.

Para África, Ratha defendeu a necessidade premente dos governos do continente negro tornarem mais fácil e mais barata a operação de transferência de remessas dos seus concidadãos, cujo custo médio é estimado em 10% mais dos países não africanos para o continente, realçando que “o envio de dinheiro dentro da África é ainda maior que de fora para África.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!