Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Regadio de Chókwè recebe máquinas para resolver problema de drenagem

Três máquinas escavadoras acabam de ser adquiridas, num esforço financeiro do Governo moçambicano destinado a resolver o problema de drenagem no regadio do Chókwè, província de Gaza, sul do país, em preparação da próxima época agrícola.

Tendo em conta o trabalho de preparação que está a ser realizado, segundo o administrador distrital de Chókwè, Alberto Libombo, a campanha agrícola 2011-2012, terá “resultados bastante satisfatórios”, sobretudo no que diz respeito à produção de arroz.

Libombo reconheceu que, na época passada, a produção de arroz no Chókwè foi problemática devido a alguns constrangimentos, entre os quais o não cumprimento do calendário agrícola, o que resultou na preparação tardia dos campos.

Outros constrangimentos dizem respeito ao problema de financiamento para os agricultores, uma vez que nem todos tiveram acesso directo a créditos bancários, e chuvas intensas que se registaram a partir de Novembro de 2010, prolongando-se por cerca de três meses.

“Isso dificultou, de certo modo, a continuação do trabalho das lavouras e da própria sementeira, razão pela qual só se conseguiu produzir numa área de três mil hectares, muito abaixo daquilo que é a real capacidade do regadio do Chókwè”, disse o administrador distrital.

Inicialmente, tinha sido planificado o aproveitamento de uma área de cerca de sete mil hectares, fundamentalmente, para a produção de arroz no perímetro irrigado do Chókwè.

Referiu ainda que o regadio apresentava problemas relacionados com uma fraca drenagem, “o que fez com que, na sequência das intensas chuvas registadas em finais de 2010 e início do presente ano, os campos ficassem empapados”.

Libombo disse ainda que o gado contribuiu também para o assoreamento das valas de drenagem e dos principais canais de irrigação, “e daí que o Governo alocou fundos para a aquisição de três máquinas escavadoras”.

Segundo aquele responsável, na próxima época agrícola, a arrancar, em breve, o fornecimento de água aos campos agrícolas, no Chókwè, vai ser menos problemático, devido ao trabalho preparatório que está a ser feito.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!