Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rebeldes sírios negam ataque com arma química e culpam governo

Um comandante rebelde sírio negou, esta Terça-feira (19), o relato da mídia estatal de que as forças de oposição estavam por trás de um ataque com arma química em Aleppo, e disse que o governo tinha disparado um míssil com agentes químicos na cidade de Khan al-Assal.

“Estávamos a ouvir os relatos desde cedo esta manhã sobre um ataque do regime em Khan al-Assal, e acreditamos que eles dispararam um míssil Scud com agentes químicos.

Então, de repente, soubemos que o regime estava a transformar esses relatos contra nós”, disse Qassim Saadeddine, um dos líderes rebeldes e porta-voz do Conselho Superior Militar, em Aleppo.

“Os rebeldes não estavam por trás deste ataque”, acrescentou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!