Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rebeldes matam autoridade iraniana na saída da Síria

Um comandante da Guarda Revolucionário Iraniana responsável pela ajuda para a reconstrução do Líbano foi morto na Síria por rebeldes que lutam contra o presidente Bashar al-Assad, disseram as autoridades iranianas e um comandante rebelde.

O líder rebelde disse que o ataque foi realizado por combatentes perto da cidade síria de Zabadani, a poucos quilómetros da fronteira libanesa.

A embaixada iraniana no Líbano disse que Hessam Khoshnevis foi morto num ataque de “grupos terroristas armados” na estrada para o Líbano, quando retornava de Damasco para Beirute.

O Irão tem sido um forte aliado de Assad durante o conflito de 22 meses na Síria contra o regime. A revolta evoluiu para uma guerra civil em que a ONU afirma que quase 70 mil pessoas foram mortas.

O escritório das relações públicas da Guarda Revolucionária Iraniana disse que o comandante foi “martirizado a caminho de Damasco para Beirute por mercenários”, e que será enterrado na sua cidade natal, Semnan, esta Sexta-feira.

O jornal libanês Al-Safir disse que Khoshnevis, chefe da agência iraniana que ajudou na reconstrução do Líbano após a guerra de 2006 entre Israel e o grupo militante libanês Hezbollah – que é apoiado pelo Irão -, estava na Síria para estudar projectos de reconstrução para a cidade de Aleppo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!