Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Reaberta cirurgia do hospital militar

A enfermaria de Cirurgia do Hospital Militar de Maputo reabriu, Terça-feira, ao público depois de uma paralisação de pouco mais de um ano para dar lugar as obras de remodelação daqueles serviços, um investimento orçado em 12 milhões de meticais (cerca de 385 mil dólares) disponibilizados através dos cofres do Estado.

A nova enfermaria aumentou a sua capacidade de acolhimento de doentes, contando actualmente com quartos modernos, climatizados e com acesso a água quente.

Estes serviços contam com todas as especialidades de cirurgia geral, incluindo ginecologia, otorrinolaringologia, ortopedia e oftalmologia.

Falando durante a cerimónia, o Ministro da Defesa Nacional, Filipe Nyusi, disse que a reinauguração dos serviços constitui uma “grande demonstração da capacidade de intervenção do sector naquilo que ontem era um grande pesadelo”.

Prosseguindo, Nyusi disse que o Ministério da Defesa Nacional (MDN) e as Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) pretendem desafiar a sua capacidade transformando os Hospitais Militares em unidade de referência no país e na região.

“Vamos continuar a reabilitar as infraestruturas. Vamos redobrar os esforços para o seu reequipamento em diferentes especialidades, mas o desafio vai mais longe. Vamos igualmente prosseguir com a reabilitação da gestão, reabilitação do Homem que assegura a conservação e garante a manutenção das infra-estruturas”, disse o governante.

Apesar de ser uma unidade militar, o Hospital Militar de Maputo (HMM) também tem as suas portas abertas ao público em geral. Aliás, segundo o ministro do pelouro, os civis representam 70 por cento dos pacientes daquela unidade sanitária, uma das maiores do país.

Ainda na sua intervenção, Nyusi apelou aos quadros dos seus sector para que haja uma contínua aposta pela autoformação, amor permanente ao paciente, rigor e cuidado com o equipamento.

“Queremos um hospital que seja um autêntico jardim, onde se transmite a mensagem de carinho e esperança, onde se valoriza a vida humana, um hospital que oferece a máxima confiança”, ressaltou o ministro.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!