Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Quem não vota perde oportunidade de exigir seus direitos

O chefe da brigada provincial da Frelimo para a cidade de Pemba, Feliciano Mata, aconselhou a todos os cidadãos que se recensearam para votarem nas próximas eleições, marcadas para 28 de Outubro, considerando ser a única forma que o cidadão tem de decidir sobre o seu futuro, bem como o futuro do país. Segundo Mata, que falava durante uma reunião com personalidades influentes da cidade de Pemba, ao votar o cidadão está a escolher o que deseja ver realizado durante os cinco anos e quem, neste período, devem ser os seus dirigentes. “Quem recenseia e não vota está a perder a oportunidade de exigir qualquer direito que lhe assiste”, disse Mata, para quem “o não votar é o mesmo que alguém ser admitido a um emprego e não ir trabalhar durante todo o mês para depois exigir salário”.

“Como pode uma pessoa exigir salário se durante o mês não trabalhou?”, questionou, para depois explicar que recensear ‘e o mesmo que ser admitido a um emprego, sendo que votar corresponde a materialização do trabalho a que foi admitido a fazer e o salário equivale as realizações positivas do partido a que “escolhemos” e dos respectivos membros do governo saído das eleições.

Na ocasião, Mata pediu aos líderes tradicionais, religiosos e médicos tradicionais no sentido de sensibilizar as pessoas nas respectivas comunidades sobre a necessidade e importância de votar. Neste exercício, segundo ele, “é necessário explicar as pessoas sobre a quem votar para que no futuro não se arrependam de ter escolhido um determinado líder ou partido”.

“É preciso votar num partido certo e num candidato certo. Isto significa votar na Frelimo e no seu candidato, Armando Guebuza, para que Moçambique continue a desenvolver”, apelou Mata, para quem “votar num outro partido ou candidato significaria parar com o desenvolvimento que se regista no país”.

O encontro, que teve lugar no bairro suburbano de Natite, contou com a participação de cerca de 100 personalidades influentes e se inseriu no âmbito da campanha eleitoral deste partido rumo as eleições legislativas, presidenciais e para as assembleias províncias de 28 de Outubro próximo.

Ainda na quarta-feira estava previsto um outro encontro entre a brigada provincial e os membros dos Secretariados dos Comités de Círculo e das Células do Partido dos locais de Trabalho, com o propósito de pedir o apoio na mobilização das populações para a votação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!