Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Quatro pessoas morreram soterradas numa mina em Cabo Delgado

Quatro moçambicanos morreram soterradas em consequência do desabamento de uma mina clandestina de extracção de ouro, no último domingo (21), no distrito de Ancuabe, na província de Cabo Delgado.

O sinistro ocorreu no povoado de Miaja, uma  zona de ocorrência daquele minério e as vítimas encontravam-se em mais uma jornada de exploração. A mina localiza-se a cerca de 30 quilómetros da cidade de Pemba e está próxima a região onde a empresa australiana Syrah Resources opera uma mina de grafite.

O governo de Cabo Delgado despachou para o local da tragédia uma equipa da Polícia da República de Moçambique (PRM), dos Recursos Minerais e Energia, Terra Ambiente e Desenvolvimento Rural para se inteirar da situação.

Esta é a primeira vez que ocorre mortes por desabamento de terra na referida mina de Ancuabe, a qual é disputada por mais de mil garimpeiros, entre moçambicanos, tanzanianos, nigerianos e cidadãos de outras nacionalidades, na sua maioria que se encontram ilegalmente no país.

De referir que a exploração de ouro de Ancuabe, é feita de forma desregrada o que propicia o surgimento de grandes crateras devido à erosão resultante desta actividade desenvolvida com recursos a meios rudimentares.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!