Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Estradas de Maputo voltaram a ser mortíferas e Polícia fica transtornada

Os acidentes de viação voltaram a fazer vítimas na capital moçambicana. Quatro indivíduos perderam a vida e 11 ficaram feridos, seis dos quais com gravidade, em resultado de 10 sinistros, ocorridos entre 15 e 21 de Agosto corrente, facto que está a tirar sono à Polícia. Esta admite que as campanhas de educação cívica por si desenvolvidas, em parcerias com as outras entidades, continuam longe refrear este mal.

Orlando Modumane, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na cidade de Maputo, admitiu que, apesar das recorrentes acções de sensibilização e de educação cívica levadas a cabo por diferentes segmentos da sociedade, “continuamos a registamos muitos acidentes de viação, sobretudo atropelamentos” por veículos.

Dos 10 sinistros rodoviários que chegaram ao conhecimento da Polícia, no período em análise, nove foram atropelamentos do tipo carro/peão e uma colisão entre viaturas.

“Reiteramos o apelo para que haja responsabilidade na via pública”, afirmou o porta-voz da Lei e Ordem, frisando que, pese embora os automobilistas tenham o dever de implementar escrupulosamente os ensinamentos adquiridos na escola de condução, os peões têm também a obrigação de se precaver e circular pelos locais a si reservados de modo a evitar atropelamentos.

Na tentativa de impor ordem e disciplina nas estradas da capital do país, a Polícia de Trânsito (PT) fiscalizou 4.597 viaturas, das quais apreendeu 27 por diversas irregularidades, e impôs 1.273 avisos de multas a condutores considerados infractores.

Na mesma semana, 260 condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia, tendo 89 acusado níveis inadmissíveis de álcool no organismo. Deste grupo, 20 ficou sem cartas de condução por suposta reincidência nesta matéria.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!