Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Província de Maputo quer deixar de importar fruta tropical

A província meridional moçambicana de Maputo poderá deixar de importar, proximamente, frutas tropicais como resultado de um programa de produção e massificação da produção neste sector da fruticultura naquela região do país.

Na campanha agrícola 2013/2014, cerca de 800 agricultores dos distritos de Moamba, Boane, Namaacha e Matutuíne deverão beneficiar de financiamentos do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA) com vista à produção de fruta para abastecer o mercado nacional e exportação, segundo o Centro de Promoção da Agricultura (CEPAGRI), acrescentando que a cultura deverá ser desenvolvida numa área de cerca de 20 mil hectares.

Para o efeito, deverá iniciar neste ano de 2013 o processo de importação de variedades diversas de mudas de frutas tropicais, como bananeiras, mangueiras, papaieiras, laranjeiras e abacateiras e ainda assegurar assistência técnica aos produtores daqueles distritos, de acordo com o CEPAGRI, realçando que a iniciativa visa reduzir o volume de importação de fruta dos países vizinhos.

A fruta produzida no quadro daquele programa deverá ser certificada de acordo com padrões internacionais de qualidade para incrementar o seu nível de competitividade no mercado nacional e internacional, segundo ainda aquela instituição do Ministério da Agricultura.

Dados da associação dos produtores de banana da região Sul de Moçambique indicam que, em 2012, a produção daquele produto foi de cerca de 100 mil toneladas, na sua maioria, exportada para África do Sul, Suazilândia e alguns países da União Europeia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!