Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Academia Mário Esteves Coluna recebe assistência em produtos alimentares

A Academia Mário Esteves Coluna (AMEC), uma instituição vocacionada a formação de talentos para o futebol, vai receber, nos próximos 12 meses, um pacote de assistência em bens alimentares e produtos de higiene, destinados a auxiliar as actividades daquela escola da modalidade.

Para o efeito, a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e a Mega “Cash & Carry” assinaram um hoje em Maputo um acordo patrocínio que preconiza o fornecimento desses bens àquela entidade de prospecção e forja de talentos para o desporto “rei”.

A AMEC, situada na vila fronteiriça da Namaacha, província meridional de Maputo, dista a 80 quilómetros da capital moçambicana, onde adolescentes e jovens (actualmente pouco mais 30) estão a receber formação desportiva e escolar.

A expectativa, quer dos amantes da modalidade quer dos que estão a apoiar a academia, é ver um dia os talentos ali formados a singrarem nos escalões de juvenis, juniores e quiçá seniores já ao serviço da selecção moçambicana de futebol, os “Mambas”, sobretudo nas futuras edições de competições como o Campeonato Africano das Nações (CAN) e o Mundial.

Razak Manhique, director da academia, disse que o gesto além de aliviar parte das dificuldades que a academia enfrentava, alimenta o sonho de ver os adolescentes e jovens (de 13 e 17 anos de idade) ali integrados a se tornarem nos melhores futebolistas do país.

“O sucesso por nós desejado só virá quando houver envolvimento de todos”, disse Manhique, apontando que o gesto do Mega Cash Carry constitui o início de uma batalha no quadro de combate as dificuldades no trabalho da academia.

O director do Mega Cash Carry, empresa moçambicana do ramo comercial há 14 anos no mercado, disse, por seu turno, que o gesto se consubstancia ao preconizado no quadro de actividades sociais em prol do desenvolvimento.

O presidente da Federação Moçambicana de Futebol, Feizal Sidat, presente na cerimónia que aliás é a pessoa que busca apoios para a AMEC, enalteceu o gesto e disse esperar que muito mais empresas adiram a iniciativa cujo vencedor será a modalidade rainha.

Mário Esteves Coluna foi um dos melhores jogadores do Benfica de Portugal, entre 1954/5 e 1960/70, sendo duas vezes campeão europeu, em 1961/2. Foi o primeiro africano a erguer a taça da Europa. Coluna foi por vezes internacional “A”, marcando oito golos, entre 1955 e 1968.

Foi o capitão da selecção nacional que alcançou o terceiro lugar no Mundial de 1966. Ele consta da lista dos 100 melhores jogadores do século XX segundo a FIFA. É conhecido como o “Monstro Sagrado”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!