Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Província de Manica registou superação de receitas no ano passado

A província de Manica, arrecadou de receitas, ano passado, 821 milhões de meticais, resultantes de acções de cobrança de impostos desenvolvidas pela Autoridade Tributária, neste ponto do país.

A previsão, em termos de metas traçadas pelo organismo, era de 787 milhões de meticais, no cumprimento de obrigações fiscais por vários segmentos da sociedade, a favor do Estado.

A Autoridade Tributária de Moçambique avança que este nível de colecta de receitas representa uma execução na ordem de 104, 42 por cento, quanto ao planificado para o referido período.

Paulo Chilenge, delegado provincial da Autoridade Tributária de Moçambique, em Manica, disse que “ano passado, nós tínhamos uma meta de cerca de 787 milhões de meticais. A sua execução foi de pelo menos 821 milhões de meticais. Para este ano, a perspectiva é a mesma. Nós vamos superar a nossa meta em 2012”.

A fonte falava à margem das cerimónias do lançamento da réplica da popularização de impostos, um acto que teve lugar há dias no bairro da Soalpo, concretamente na sede da localidade urbano número 3, uma das parcelas daquela urbe com grande número de população.

A campanha que deverá atingir localidades dos distritos da província, vai contribuir, significativamente, no incremento de receitas nos cofres do Estado, sobretudo na elevação da economia da província.

“O principal objectivo desta campanha é de que todo o cidadão tem de saber que deve pagar impostos, ou seja, ele deve ser voluntário no pagamento de impostos. Todo o cidadão deve contribuir para o erário público”, frisou.

“Havendo esta contribuição o volume de receitas vai ser maior e sendo maior o Governo poderá construir várias infraestruturas sociais, mais hospitais, mais escolas, mais estradas, promover saneamento do meio e construir outras infra-estruturas sociais”, acrescentou a fonte, falando, na ocasião.

“Havendo esta contribuição o volume de receitas vai ser maior e sendo maior o Governo poderá construir várias infra-estruturas sociais, mais hospitais, mais escolas, mais estradas, promover saneamento do meio e construir outras infra-estruturas sociais”, acrescentou a fonte, falando, na ocasião.

“Esta é uma das acções da Autoridade Tributária de Moçambique que visa permitir que se chegue a isso”, acrescentou a fonte, quanto às necessidades do incremento das contribuições de cidadãos no aumento de receitas nos cofres do Estado.

Este ano, Manica tem como meta a atribuição de 20 mil 655 números únicos de identificação tributária (NUIT). Foram já atribuídos 5481 NUIT.

Esta cifra é correspondente, em relação à meta anual, a 26,54 por cento, no que diz respeito ao cumprimento do plano ainda em operação.

Dado que as metas de atribuição de NUIT são repartidas por trimestre, os 5481 NUIT atribuídos representam um cumprimento, neste período, em 106, 07 por cento, indicam dados daquela instituição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!