Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Proprietário de farmácia clandestina detido em Sofala

Um cidadão de nome Araújo Peixe Almoço, apontado como sendo proprietário de uma farmácia clandestina, foi detido, esta segunda-feira, no bairro de Nhamaiabuè, no município de Dondo, na província central de Sofala.

O individuo cuja detenção foi ordenada pelo Gabinete de Combate a Corrupção (GCC), encontrava-se na posse de grandes quantidades de medicamentos, alguns dos quais de uso exclusivo do Sistema Nacional de Saúde.

Fonte do Gabinete de Combate a Corrupção (GCC), citada pelo jornal “Diário de Moçambique”, disse que na farmácia, localizada no bairro de Nhamiabuè, no município de Dondo, foram encontradas grandes quantidades de fármacos dos quais se destacam os anti-retrovirais.

Pedro Chivando, que integrou a equipa do Gabinete de Combate à Corrupção e da Procuradoria da República do Dondo, revelou que aquela instituição recebeu por meio da sua linha verde uma denúncia dando conta da existência, no bairro de Nhamaiabuè, na cidade do Dondo, de uma clínica clandestina.

Nessa altura, a Policia iniciou um trabalho de investigação, que culminou com a detenção do respectivo proprietário e a apreensão de uma grande quantidade de medicamentos.

“Quando recebemos a denúncia, iniciamos as primeiras averiguações que nos conduziram à confirmação da existência da uma clínica clandestina. E, quando interceptamos o proprietário, fomos ver que, para além da ilegalidade da unidade sanitária, havia no local uma quantidade enorme de medicamentos, alguns dos quais em falta nas farmácias do Estado”, disse a fonte.

Acredita-se que os medicamentos de uso exclusivo do Sistema Nacional de Saúde possam ter sido desviados das unidades sanitárias públicas.

Refira-se que, semana passada, o médico-chefe provincial, Custodio Cruz, disse que as unidades sanitárias da cidade da Beira, capital da província, estão a enfrentar uma crise de medicamentos da chamada via clássica, particularmente antibióticos e anti-retrovirais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!