Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Professores denunciam “podres” do director da Educação da cidade de Quelimane

É uma exposição de aproximadamente três páginas, cujo teor é comparado como se fosse uma “bomba atómica”, porque o que lá vem escrito só dá para ver várias vezes e analisar.

Na mesma exposição que tivemos acesso, os professores acusam o director dos Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologias de Quelimane, Eugénio Bocinho, de estar a usar o poder que tem para amedrontar os seus colegas de trabalho.

O mesmo documento não esconde o quão é o descontentamento que o DDE criou no seio dos professores, onde ele também faz parte.

Uma das coisas que não deixa sossegados os professores é que o director está a fazer transferências arbitrárias a todos aqueles que ele suspeita estarem ligados a um grupo de pessoas críticas.

E não só, os professores escreveram também nesta exposição entregue ao Governador da Província, ao director distrital de Educação e Cultura e também ao Representante do estado na cidade de Quelimane que com Eugénio Bocinho, as coisas ao invés de melhorarem como previam, pelo contrário tudo está ficando cada vez mais difícil.

Aqui importa salientar que o director de Educação na cidade de Quelimane, foi nomeado em Novembro do ano passado. Quer dizer, ainda não tem nem sequer seis meses.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!