Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Produção, transporte e consumo de suruma foi demais na Zambézia

O consumo da suruma, uma substância que por lei é considerada droga e crime para quem é encontrado na sua posse ou consumindo, está cada vez mais a enraizar-se na província da Zambézia, centro do país. De Janeiro a Maio desta ano, foram apreendidos cerca de 70kg desta droga e quando comparando com igual período do ano passado, houve um aumento, visto que em 2010, haviam sido apreendidos apenas 23kg daquele produto.

Os distritos de Morrumbala, Milange, Gurué e a própria cidade de Quelimane, batem recorde no consumo e transporte desta droga. Nos distritos como Gurué, Milange e Morrumbala por exemplo, a suruma não é apenas consumida pela camada juvenil, há pessoas mais velhas que tem plantações desta droga.

Mas quando são interpelados a resposta é clara e simples. Dizem eles que produzem e consomem a suruma para obterem forças para a produção.

Afirmam ainda que a suruma dá força após o seu consumo dai que quando cultivam e consomem não é para usar como um estimulante e dai fazer coisas erradas nas pessoas.

Enquanto que nas cidades já não é assim. Jovens consomem suruma e depois dai vão a rua com a finalidade de fazer mal as outras pessoas.

Isso tudo é do conhecimento das autoridades, dai acreditam ser possível travar esta produção e consumo desta droga. Mas para que isso aconteça há que desenhar estratégias.

E são estas estratégias que não existem. Se existem, então não tem surtido resultados satisfatórios, já que pelos números divulgados, os casos estão a aumentar na província da Zambézia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!