Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Produção de gás natural e condensado em queda

A produção de gás natural e de condensado poderá reduzir este ano, segundo revela o Plano Económico e Social (PES) do Governo para 2011. Segundo o documento, o plano de produção para 2011 é de 132.6 milhões de Giga Joules para o gás e 378 mil barris (bbls) de condensado, o que representa um decrescimento de 5.9 por cento e 46.0 por cento, respectivamente, se comparado ao plano de 2010.

 

 

O decréscimo da produção deve-se ao facto do campo de Pande, na província meridional de Inhambane, possuir menos condensado. “Espera-se reverter esta tendência, com a efectivação do programa de expansão da produção do gás natural que preconiza 183 milhões de Giga Joules por ano” sublinha o PES-2011.

O plano do Governo prevê, igualmente, para este ano, um abrandamento do crescimento global da indústria extractiva em cerca de 0.9 por cento comparativamente às previsões de 2010.

O crescimento do sector será sustentado, essencialmente, pelo aumento significativo na produção do carvão mineral, em Moatize e Benga (em Tete).

“A produção do carvão irá registar o maior crescimento dos últimos anos, acima de mil por cento, com uma produção total de cerca de dois milhões de toneladas, com o início em Junho de 2010, da préoperação em Moatize, prevendo-se uma produção de 750 mil toneladas de carvão de coque, enquanto em Benga prevê-se a produção de cerca de 990 mil toneladas de carvão de coque e 179 mil toneladas de carvão térmico” lê-se no documento.

Em relação à ilmenite, zircão e rutilo prevê-se a manutenção dos actuais níveis de produção de 731.059 toneladas, 51.512 e 12.358 toneladas, respectivamente, com a conclusão do processo de optimização de tecnologia.

Para este ano prevê-se, ainda, a manutenção da produção de bentonite bruta (24 mil toneladas), bentonite tratada (mil toneladas) e bentonite tríada (20 mil toneladas) Enquanto isso, a produção de minerais em pequena escala, nomeadamente, ouro, turmalinas, turmalinas refugo, águas marinhas e águas marinhas refugo apresenta índices variáveis.

Naprodução do ouro, perspectivase um ligeiro decréscimo, cerca de 10 por cento, devido à redução de investimentos na actividade de comercialização.

Relativamente as turmalinas, prevêse um crescimento médio de 60 por cento motivado pela entrada de novos operadores na província de Manica.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!