Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Procurando @verdade – PAIXÃO PELO TRABALHO, UM GRANDE DIFERENCIAL

Procurando @verdade - PAIXÃO PELO TRABALHO

A paixão pelo trabalho, dedicação e orgulho em fazer parte de uma organização, tornaram-se um grande diferencial no mercado de trabalho. As empresas que hoje conseguem promover e manter esses sentimentos nos seus funcionários certamente terão sucesso por muitos e muitos anos. Esta não é uma conquista fácil, é preciso que os gestores das empresas estejam atentos às necessidades básicas dos seus funcionários e aos possíveis atritos internos que acabam por gerar desperdício de energia e favorecem um clima organizacional de medo, insegurança e desmotivação.


Situações como discrepância salarial, estilo de liderança autoritário, inexistência de benefícios, plano de carreiras mal estruturado, políticas de promoção baseadas em amizades e ambiente de “fofoca”, costumam gerar desmotivação e falta de paixão pelo seu trabalho.
O capital humano da empresa é imprescindível para o alcance das metas estratégicas. Portanto, é preciso valorizar, zelar, investir, capacitá-lo e buscar no mercado ferramentas que proporcionem a motivação e a paixão pelo trabalho.

 

Um destes instrumentos é a Terapia Organizacional (TO) que tem como objectivo o desenvolvimento dos funcionários e a construção de um ambiente de trabalho saudável, incluindo, comportamentos de paixão, cooperação, comprometimento, lealdade e bom relacionamento interpessoal. Realizada em grupos, geralmente em dois ou três encontros, por meio de dinâmicas de grupos, jogos e técnicas vivenciais, trabalha-se as emoções dos funcionários e busca-se a solução para os problemas do dia-a-dia da empresa.

A TO pode trazer os seguintes benefícios para a empresa:

• Profissionais apaixonados, motivados e comprometidos;
• Facilidade no processo de comunicação da empresa;
• Equipas fortalecidas;
• Ambiente saudável e cooperativo, baseado no respeito e na confiança mútua entre líderes e liderados;
• Maior capacidade dos colaboradores de encontrar soluções práticas para conflitos emergentes no dia-a-dia;
• Maior a criatividade dos colaboradores;
• Ambiente descontraído e livre de stress, baseado na auto-responsabilidade e no engajamento pessoal e colectivo;
• Bom clima organizacional;
• Favorece mudança de atitudes centradas na defesa de posições pessoais para actuações em equipa, voltadas para a solução de problemas e a criação de oportunidades; e
• Criação de um ambiente de desempenho, propício ao alcance dos resultados desejados.

A utilização de música ambiente, implantação de ginásios e áreas de lazer, programas de acções sociais, além da realização de eventos voltados para às famílias dos colaboradores também ajudam a aumentar o nível de motivação.

Como podemos perceber não é impossível ter funcionários apaixonados, porém é preciso investir, valorizar e principalmente acreditar no potencial do seu capital  humano.
 
*Manager, consultoria de RH

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!