Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

PRM neutraliza comerciantes ilegais e apreende 30 quilogramas de “suruma”

O comando distrital da Polícia (PRM) em Caia, província central de Sofala, deteve, na última semana, dois indivíduos indiciados de crime de tráfico e consumo de estupefacientes.

Trata-se dos cidadãos nacionais M. Rengala e S. Manecas, de 40 e 25 anos de idade respectivamente, ambos comerciantes e residentes na cidade de Quelimane, interceptados pela PRM, tendo em seu poder sido apreendidas trinta quilogramas de “cannabis sativa”, vulgo suruma, produto que se destinava ao comércio naquele ponto do país.

Este acto acontece numa altura em que a PRM acaba de reforçar o seu pessoal com mais 1.602 novos quadros graduados, Dezembro ultimo, em Maputo, para, segundo fonte policial, responder às necessidades da sociedade, no geral, e estancar o elevado índice de criminalidade de que o país está mergulhado, em particular.

Contudo, a criminalidade ainda constitui um desafio aos homens da lei e ordem. A título de exemplo, a PRM registou, semana finda, em todo o território nacional, 155 ocorrências de natureza criminal contra 240 de igual período do ano transacto. Deste número, 101 foram contra a propriedade; 42 contra pessoas e 12 contra a ordem, segurança e tranquilidade públicas. No período em análise, segundo um comunicado do Comando Geral da Policia, a PRM deteve um total de 138 indivíduos suspeitos de prática de diversos crimes.

Foram ainda detidos 495 violadores de fronteira, sendo: 293 moçambicanos, 94 zimbabweanos, 84 malawianos, 20 tanzanianos, dois zambianos e igual número de sul-africanos. Na mesma operação foram igualmente detidos 70 emigrantes clandestinos, dos quais 30 são de nacionalidade etíope, 23 somalis, 16 paquistaneses e um burundês, estando, no momento, a decorrer demarches para o seu repatriamento, refere o comunicado.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!