Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Primeiro-ministro japonês demite 5 ministros em busca do apoio ao plano fiscal

O primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, substituiu cinco ministros, esta Segunda-feira, esperando abrir caminho para um acordo com a oposição para dobrar o imposto sobre vendas, depois de um descontentamento com o projecto no partido no poder.

Ao demitir os ministros, que foram criticados pela oposição pela sua actuação em diferentes áreas, Noda espera convencer o maior partido opositor, o Partido Liberal Democrático (LDP), a dar apoio ao pacote fiscal que inclui o aumento nos impostos sobre vendas.

Ele precisa do apoio da oposição para aprovar o projecto no Parlamento. O aumento no imposto sobre vendas, que passaria a ser de 10 por cento até 2015 antes os 5 por cento actuais, é visto como um esforço fundamental para reduzir a crescente dívida pública japonesa.

A dívida supera o valor de dois anos de produção económica do país, a maior entre as nações industrializadas, e a agência de classificação de risco Fitch cortou, mês passado, o rating da dívida do Japão, afirmando que o impasse político prejudicava as chances de o país conseguir controlar a sua dívida.

“Essa mudança é para fortalecer o gabinete e garantir que o governo possa fazer progressos em várias políticas diferentes, incluindo as reformas fiscal e previdenciária”, disse Noda em entrevista colectiva.

“Não posso permitir que esse projecto seja derrotado. Vou fazer o meu máximo para garantir que seja aprovado.”

Noda substituiu os ministros da Defesa, do Transporte, dos Bancos, da Agricultura e da Justiça.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!