Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Presidente e oposição concordam com trégua e início de negociações na Ucrânia

O Presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, disse nesta quarta-feira que chegou a um acordo de “trégua” com os líderes da oposição, depois de a violência de rua ter matado pelo menos 26 pessoas, e também para o início das negociações com vista a acabar com o derramamento de sangue no país.

Um comunicado no site presidencial afirmou que, durante as negociações com os três principais líderes da oposição, Yanukovich concordou, em primeiro lugar, com uma trégua e, em segundo, com “o início de negociações com o objectivo de acabar com o derramamento de sangue e estabilizar a situação no Estado no interesse da paz social.”

O comunicado, publicado na véspera de uma visita dos ministros dos Negócio Estrangeiros da Alemanha, Polónia e França, parecia indicar que a polícia antidistúrbios, que na terça-feira à noite avançou em direcção à Praça da Independência de Kiev, não tomaria novas medidas imediatas para acabar com a concentração rebelde.

O ex-ministro da Economia, Arseny Yatseniuk, um dos líderes da oposição, disse num comunicado no site do seu partido Batkivshchyna (Pátria): “A ofensiva na Maidan (Praça da Independência) que as autoridades tinham planeado para hoje não ocorrerá”.

“Uma trégua foi declarada. O principal é proteger a vida humana”, disse ele.

Yanukovich emitiu a sua declaração depois de se reunir com Yatseniuk e os outros dois líderes da oposição, o ex-boxeador e actual político Vitaly Klitschko e o nacionalista de extrema direita Oleh Tyahnibok.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!