Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Premier League: Van Persie marca e Manchester United empata com Arsenal; Reading e QPR são rebaixados

Na batalha por uma vaga entre os quatro primeiros colocados, o Arsenal não foi além de um empate de 1 x 1 em casa com o Manchester United, permitindo ao Chelsea ultrapassá-lo e assumir a terceira colocação após bater o Swansea City por 2 x 0 no Campeonato Inglês. O atacante Robin van Persie foi o centro das atenções no seu regresso ao estágio de seu ex-clube, o Arsenal.

Van Persie, cujos 25 golos ajudaram a conquistar o vigésimo título do United, fez jus ao papel de carrasco. Vaiado pelos adeptos que outrora o adoravam, o holandês atiçou as chamas do desprezo quando perdeu a posse de bola, lance que levou ao golo de Theo Walcott para o Arsenal aos dois minutos. Os gritos ficaram mais altos quando ele recebeu um cartão amarelo por uma entrada desastrada em Per Mertesacker, mas encontrou a redenção ao ser derrubado por Bacary Sagna no final do primeiro tempo.

Van Persie reergueu-se e conferiu da marca do penalti. “É preciso coragem para bater um penalti quando a plateia está a vaiar-te”, disse Alex Ferguson, técnico do United, ao canal de TV Sky Sports, acrescentando que o árbitro Phil Dowd desculpou-se ao defesa Rio Ferdinand por permitir o golo de Walcott quando ele parecia estar em fora de jogo.

O United não pode mais estabelecer um recorde de pontos no Campeonato Inglês, já que não pode passar dos 94 pontos. O recorde do Chelsea são 95 na temporada 2004-05.

Com o Manchester City a caminho do vice-campeonato, a luta pelas terceira e quarta colocações ruma para uma semana final eletrizante no mês que vem. O Chelsea acumula 65 pontos em 34 jogos, o Arsenal tem 64 tendo jogado uma partida a mais e o Tottenham Hotspur soma 62 pontos, também com um jogo na mão sobre seus arquirrivais.

Reading e QPR são descem de divisão

O Reading e o Queens Park Rangers foram rebaixados no Campeonato Inglês depois empatarem, sem golos, neste domingo, num jogo morno que simbolizou a sua temporada sofrível. Os dois clubes precisavam de uma vitória para ter alguma chance de se manter na primeira liga.

O Reading volta à segunda divisão após uma única campanha, enquanto o QPR, que investiu pesado, deve planeiar um retorno depois de duas temporadas entre a elite. Reading e QPR têm 25 pontos faltando três partidas, sete abaixo do antepenúltimo Wigan Athletic.

O Aston Villa, uma colocação acima da zona de rebaixamento, acumula 34 pontos faltando quatro partidas. Os dois clubes em crise estão condenados porque o Villa joga com o Wigan no último dia da temporada, em 19 de maio, o que significa que um destes clubes chegará à marca dos 35 pontos, que Reading e QPR já não podem alcançar.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!