Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Premier League: Chelsea vence United e dá emoção à liga

O Chelsea recebeu o Manchester United no Stamford Bridge e, mostrando muita disposição, para bateu os líderes do Campeonato Inglês por 2 a 1, numa reviravolta que aqueceu a disputa pelo título a dez jornadas do fim.

Autor do primeiro dos Blues, o jovem defesa David Luiz, foi um dos heróis da partida, que propiciou apenas a segunda derrota dos Red Devils na competição. O resultado também vale uma comemoração dupla em Londres, pois não são apenas os adeptos do Chelsea que comemoraram. Os do Arsenal também festejaram, já que sua equipe agora tem a chance de encostar de vez nos líderes de Manchester.

O United segue com 60 pontos em 28 jogos, enquanto os Gunners têm 56, com uma partida a menos. O Chelsea, por sua vez, ultrapassa o Tottenham e pula para a quarta colocação da Premier League, ficando na zona de classificação para próxima edição Liga dos Campeões da UEFA. Um ponto separa as duas equipes, que somam 27 jogos.

O Manchester segue mal longe do Old Trafford e, mesmo com apenas duas derrotas na competição, vê o título ameaçado. Em casa, a equipa de Alex Ferguson sustenta uma campanha irrepreensível, com 13 vitórias e um empate. Fora de seus domínios, porém, são quatro triunfos, oito empates e agora dois reveses.

O jogo

Fazendo uma temporada abaixo do esperado na Inglaterra, o Chelsea entrou em campo mais animado após a importante vitória fora de casa sobre o Copenhague pelas oitavas da Liga dos Campeões. Uma vitória sobre o líder e rival Manchester United significaria chutar a crise para longe do Stamford Bridge para valer. No entanto, a equipa foi dominada no primeiro tempo e praticamente nulo no ataque. A dupla Fernando Torres e Nicolas Anelka esteve longe de funcionar.

Enquanto isso, o Manchester conseguia impor-se e movimentava-se bem no campo ofensivo. Até que aos 37 minutos, Wayne Rooney girou entre os marcadores e achou espaço para rematar de longe. Chute firme e certeiro no canto de Cech para fazer 1 a 0.

Regressou-se do intervalo ainda sem apresentar um grande futebol, chamava atenção a disposição dos Blues na segunda etapa. Na base da raça, o Chelsea ia ganhando espaço e passou a dominar as ações. Foi quando David Luiz brilhou.

O defesa, recém-contratado junto ao Benfica, começou a agarrrar na bola e levanta-la com frequência ao ataque. Aos oito minutos, ele ficou na área após cobrança de um pontapé de canto. Bem posicionado, viu Florent Malouda cruzar, Branislav Ivanovic rematar e a bola sobrar. O cabeludo não teve dúvidas e acertou um belo remate para empatar o clássico. O golo abriu ainda mais a intensa partida.

O Chelsea dava brechas na defesa e Rooney quase fez 2 a 1 aos 18. Os técnicos iam mudando as suas peças. Didier Drogba entrou sob aplaudos, mas ninguém deu muita importância quando Yuri Zhirkov foi acionado por Carlo Ancelotti. No entanto, o russo pode ter mudado o rumo do campeonato quando invadiu a área aos 32 do segundo tempo. Zhirkov aproveitou bola rebatida para tentar passar por Chris Smalling, quando o defesa reserva do United o derrubou. Pênalti. Frank Lampard, discreto no jogo, não desperdiçou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!