Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Preços globais de alimentos recuam em Janeiro, diz FAO

Os preços globais de alimentos caíram em Janeiro, ampliando uma sequência quase ininterrupta de quedas que começou em Abril do ano passado em meio à ampla oferta global da maioria dos principais grupos de alimentos, informou a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) nesta quinta-feira.

O índice de preços da FAO, que mede as oscilações mensais em uma cesta de cereais, oleaginosas, laticínios, carnes e açúcar, ficou em 182,7 pontos na média de janeiro, 3,6 pontos abaixo da índice revisado de dezembro. O índice recuou todos os meses desde abril de 2014, exceto por outubro, disse a FAO.

“A oferta está sempre sendo revisada para cima, e no lado da demanda de importação não tem havido muita atividade simplesmente porque muitos países importadores já tem uma oferta muito boa”, disse o economista senior da FAO Abdolreza Abbassian.

A FAO projeta que a produção global de cereais em 2014 atinja um novo recorde, de 2,534 biliões de toneladas, ligeiramente acima do previsto em Dezembro.

A previsão para a agricultura em 2015 é favorável, em parte graças a boas condições climáticas e maior plantio na América do Norte e partes do Oriente Médio e norte da África, que mais que compensaram baixas na Rússia e em partes do leste asiático, disse a agência da ONU.

Os estoques globais de cereais ao fim da temporada 2014/15 foram previstos em 622,7 milhões de toneladas, ligeiramente abaixo do estimado anteriormente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!