Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Preços do milho e amendoim voltam a subir

O milho e amendoim registaram, em Junho de 2011, subida de preços na maior parte dos mercados retalhistas das regiões Centro e Norte de Moçambique, interrompendo, assim, um período de cerca de dois meses de queda dos mesmos preços.

Dados do Ministério da Agricultura indicam que no distrito de Angónia, em Tete, o preço de milho subiu 11%, contra 40% de incremento na cidade de Pemba, em Cabo Delgado.

Em termos comparativos, o Sul do país teve, no período em análise, preços altos do milho, contra os reduzidos no Centro e Norte do país, segundo ainda aquele departamento governamental.

Feijão Nhemba & amendoim

Nos distritos de Massinga, em Inhambane, e Angónia (Tete), entretanto, o feijão nhemba registou queda do seu preço, enquanto na cidade de Pemba o mesmo produto via o seu preço a agravar-se, enquanto o feijão manteiga tinha preço oscilante em todas as três regiões moçambicanas, segundo o Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA).

Por seu turno, o amendoim pequeno registou, igualmente no período em análise, um aumento do seu preço nos merdados de Xai-Xai, em 13%, e Beira na ordem dos 20%, verificando-se comportamento diferente no mercado da Maxixe, onde o preço do produto caiu em 21%, enquanto o amendoim grande tinha oscilação de preço, pois, nos mercados de Nacala, Xai-Xai e Beira, ele subiu, enquanto nos de Lichinga (13%) e Cuamba (29%), na província do Niassa, o preço de amendoim reduzia naquelas percentagens.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!