Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Porto da Beira vai ter mais uma draga

Uma nova draga com capacidade de 2.500 metros cúbicos de porão para beneficiar o Porto da Beira está a ser construído na Lituânia, num investimento orçado em 40 milhões de Euros resultantes de um acordo de financiamento entre o Governo de Moçambique e o da Dinamarca, este último através da sua agência para o desenvolvimento internacional (DANIDA).

A informação foi revelada há dias na cidade da Beira pelo Presidente do Conselho de Administração da Empresa Pública Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM-EP), Rosário Mualeia, que referiu o investimento inclui o melhoramento do serviço marítimo do Porto da Beira.

Mualeia disse a aquisição de uma nova draga para o Porto da Beira é uma acção complementar aos trabalhos de dragagem de emergência recentemente terminados no canal de acesso, cais e bacia de manobras, havendo daí toda uma necessidade para garantir a sua eficiente manutenção.

Segundo o PCA dos CFM, todo o conjunto de investimentos que está a ser realizado no Porto da Beira tem em vista, sobretudo, elevar significativamente a sua competitividade em relação a outros portos da região, nomeadamente Durban, dar-Es-Salam, incluindo os nacionais de Maputo e Nacala.

Sabe-se, em relação aos principais portos da região, o da Beira tem uma localização privilegiada, por ser o que está mais próximo dos principais centros de tráfego da região, nomeadamente Harare 602 Kms, Bulawayo 1.088 Kms, Lilongwe 1024 Kms, Lusaka 2020 Kms, Mutare 329 Kms e Ndola 2334 Kms.

Na maioria dos casos, os principais portos da região situam-se a distâncias que chegam a ser cerca do dobro em relação ao Porto da Beira e os principais pontos de destino de carga da região.

Nova draga chega ao Porto da Beira em 2012

A nova draga que está a ser construída na Lituânia para beneficiar o Porto da Beira em princípio deve estar concluído até o próximo ano, mesma altura em que poderá estar disponível para o início do reforço de dragagem do canal de acesso. A nova draga será operada pela Emodraga, Empresa Moçambicana de Dragagem.

Segundo O Autarca, a Emodraga enviou esta semana à Lituânia uma equipa composta por três técnicos que vão fazer o acompanhamento dos trabalhos de construção da referida draga. Com a chegada da nova draga em 2012, a Emodraga passará a operar no Porto da Beira três dragas, contando com a “Aruângua” e “Alcantra Santos”.

A draga “Aruângua” e a “Alcantra Santos” ambas foram construídas no Japão e cada uma tem capacidade de mil metros cúbicos de porão.

A “Aruângua” chegou ao Porto da Beira em 2007, enquanto a “Alcantra Santos” chegou em 2009. Sempre que há necessidade de intervenção noutros portos nacionais a Emodraga tem deslocado da Beira uma draga para realizar trabalhos.

A Emodraga é uma empresa pública moçambicana que almeja competir na região, sendo, por isso, tem estado a capacitarse para essa nova era. Com a chega da terceira draga, a Emodraga vai reforçar a sua capacidade para 3.500 metros cúbicos de porão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!